Posts Tagged ‘jornalismo’

h1

Comissão da Câmara aprova exigência do diploma para jornalismo

15/07/2010

Ontem, dia 14 de julho, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 386/09) que restabelece a exigência do diploma de Jornalismo para o exercício da profissão foi aprovada pela comissão especial da Câmara dos Deputados. Mas o projeto ainda segue para o plenário, onde deverá passar por dois turnos de votação antes de ir para o Senado.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) é o autor da PEC, mas o texto aprovado foi o do deputado Hugo Leal (PSC-RJ), que busca harmonizar a exigência do diploma com a visão do Supremo Tribunal Federal (STF), a qual alega que a obrigatoriedade fere a liberdade de expressão. A expectativa é que até o final deste ano a PEC seja aprovada em plenário. (Fonte Comunique-se)

Jornalista diplomado é respeito à sociedade

Eu como jornalista e cidadã sou sim a favor da obrigatoriedade do diploma, tendo em vista que a sociedade precisa (e tem direito) de informação de qualidade, não que as pessoas, que não tenham passado por uma universidade não tenham, porém, certamente, poderá faltar a essas princípios éticos e democráticos.

É claro que a Universidade não transforma ninguém em jornalista por causa de um simples diploma nas mãos, mas é através dela que o “jovem jornalista” passa a ver as coisas mais criticamente, a perceber o que é ou não jornalismo, a sentir e olhar as coisas de forma diferente. Jornalista é jornalista não simplesmente por formação, jornalista é aquele que dedica a vida à profissão, é jornalista 24hs por dia, está no sangue!

O curso de jornalismo seria completo se nele houve a vivência jornalística, não há, realmente, mas sinto que há o princípio para que a pessoa encare essa vivência. Eu mesma, quando entrei na faculdade tinha um pensamento diferente do que tenho hoje e a cada dia busco evoluir mais, sempre com os valores que adquiri em minha formação!

Todos sabem que não é somente jornalista que se expressa, qualquer pessoa pode se expressar, por isso que há tantas revistas especializadas, há espaços de artigos nos jornais e há a internet, onde todos se expressam como acham conveniente! Ou seja, não é o diploma que impede as pessoas de se manifestarem, se alguém deixa de se manifestar existem outras questões por trás disso!

Considero a decisão do STF um equívoco, pois é a formação que vai expandir a visão, possibilitar discussões e agregar novos conhecimentos e experiências ao profissional.

Bom essa é minha opinião! Defendo minha formação (meu diploma) e vejo isso como uma valorização do profissional jornalista!

Anúncios